Era uma vez, uma menina que gostava de brincar, estudar, passear, criar, e também em alguns momentos, sonhar sozinha.

Sonhava com as histórias que ouvia, com as histórias que criava, que era vilã, que era mocinha e qual profissão iria escolher: Policial? Enfermeira? Bailarina? Médica? Secretária?…

– Sim! Secretária – decidiu.

Pegou algumas cadeiras, uma mesa, caderno, canetas. Chamou toda criançada para brincar.

Chamava-lhe  atenção que a secretária, dentre tantas funções, era também guardiã das chaves.

Como era fascinante!

Uma peça tão pequenina, mas que abre e fecha tão diferentes portas: armários, salas, carros, cofres…

Ela era tão maior que as chaves e mesmo assim, não conseguia abrir nenhuma sem elas. No máximo só conseguia ver o que permitia a fechadura.

Cada porta parecia envolta em mistérios, dentre os mais importantes: Qual é chave que a abre? O que ela protege?

Neste momento, a menina estava muito feliz por estar com aquele monte de chaves à sua disposição. Uma a uma ia procurando aquela que lhe ajudaria abrir as portas escolhidas.

Abriram e fecharam várias portas e descobriram algo importante: haviam chaves que abriam mais que uma porta.

Brincaram muito naquele dia.

Alguns dias depois, uma chave chamou sua atenção. Ficou algum tempo admirando.

 Era especial, única! Ficou encantada.

Diferente de todas que já havia encontrado.

Andou pela casa inteira e cada porta que encontrou, tentava abrir. Estava curiosa. Porém, para algumas fechaduras ela era grande ou pequena demais, fina ou grossa, curta ou longa. Não serviu em nenhuma porta.

Resolveu guarda-la.

E, num lindo dia de primavera, quando já não mais procurava, reparou numa porta enorme, toda entalhada, com um aroma muito agradável.

Como era bonita!

Sentiu que poderia ser esta a porta.

Pegou a chave, com cuidado a colocou na fechadura e serviu! Que surpresa maravilhosa. Finalmente saberá o que está além da porta.

Porém, ainda não foi nesta vez, pois a chave não virou.

Mas não perdeu as esperanças.

Pelo contrário, reacendeu o desejo de saber o que esta porta tão bela guarda e também, de encontrar a porta que esta chave tão especial abre.


por Suzy Belai

 

Anúncios