You are currently browsing the tag archive for the ‘Cuiabá’ tag.

Recomendo a participação neste seminário.

Os facilitadores são pessoas com um ótimo embasamento no assunto, e também conseguem transmitir e dinamizar as informações com muita competência.

 

 

 

Anúncios

Evento especial em Cuiabá.

Confira a programação!!!!

 

O 8°Ano do Colégio Brasilis Apresenta:

A MEGERA DOMADA – W. Shakespeare

Dias: 16, 17 e 18 de setembro

 (65) 3644-7531 / 9248 -1268

 

Um curso completo de shiatsu com prática e teoria.

– História do shiatsu
– Manobras do Shiatsu completo:
  frente, costas, lateral e sentado
– Boshin – Diagnóstico visual
– Setsu-Shin – Diagnóstico pelo toque
– Diagnóstico orgânico
– Yin e Yang
-Teoria e prática dos 5 elementos
– Diagnóstico com 5 elementos
– Meridianos – canais de energia
– Tsubos – Pontos vitais
– Kanrenbuí – Pontos relacionados
– Pontos Bo e pontos Yu
– Shusei-Ho – exercícios corretivos
– Seitai – correção da coluna
– Kanrenbuí para a coluna 
– Ashi no Shiatsu – Shiatsu nos pés
– Shiatsu com os pés
– Tratamentos para diversas enfermidades 

Fernando Montoto
Formado pelo Okido International Institute – Japão

De segunda a sexta – das 20:00 às 22:30

6 módulos

Preço por módulo: R$ 260,00

06 a 10 de Junho

INSCRIÇÕES ABERTAS – VAGAS LIMITADAS

APOSTILA E CERTIFICADO INCLUSOS

Informações : 

(65) 3627- 4462

Okido Terapia Corporal

Rua La Paz, 407 – Jardim das Américas – Cuiabá
e-mail:
okido@okido.com.br 

 Site: www.okido.com.br

 

 

O Festival das Flores de Cuiabá é uma feira cultural que promove o cultivo de flores e a difusão da manifestação artística de Mato Grosso. O evento integra o calendário oficial de Cuiabá e por mais de 10 dias transforma o centro da cidade num grande e lindo jardim. Em sua 8ª edição, mais de 200 espécies de flores, ervas aromáticas e plantas exóticas estarão expostas para encantar mais de 150 mil pessoas que devem visitar a feira este ano.

Fascinando os povos durante séculos, seja pelo encanto ou delicadeza, as flores expressam muito mais que boas palavras e sempre acompanham notícias, sejam elas de maternidade, de morte, de amor, de paixão, reconciliação, partida, gratidão, enfim, as flores falam por si próprias. Elas têm a sua linguagem, segundo grandes floristas e estudiosos do assunto.

O Festival também se presta ao caráter educativo. As escolas são convidadas e motivadas a participar do evento, quando os estudantes podem conhecer mais sobre as espécies de flores cultivadas no país. Uma característica marcante do Festival é a participação de mais de 300 voluntários, que com sorriso acolhem a população, cientes do compromisso social que transcende a relação comercial, permitindo o funcionamento harmonioso da feira entre as 9h e 21h, num período de 10 dias.

Nestes sete anos de história, o Festival recebeu o equivalente a toda população de Cuiabá nas praças da República (onde o evento era realizado anteriormente) e Alencastro. Foram mais de seiscentas mil pessoas circulando e se encantando com a beleza e a diversidade do reino vegetal. Orquídeas, Bromélias, Samambaias, Gérberas, as exóticas plantas carnívoras e tantas outras espécies têm encantado a população.

Tanto a cultura como a beleza das flores contribui para uma formação integral do ser humano, melhorando a qualidade de vida e as relações humanas. O Festival tem ainda um compromisso social muito grande, pois os recursos arrecadados são direcionados para o trabalho de beneficência da Casa da União Santa Luzia.

A Casa da União Santa Luzia é entidade beneficente com sede na Avenida Camboriú, Quadra 32, lotes 01 e 02, no bairro Parque Geórgia, em Cuiabá. A entidade recebeu o título de utilidade pública estadual, por meio da Lei n° 7.628, e está registrada no Conselho Municipal de Assistência Social de acordo com o artigo 9º da Lei 8.742, de 07 de dezembro de 1993.

Este ano, o 8º Festival das Flores acontecerá entre os dias 26/05 e 05/06, de 09h às 21h horas, na PRAÇA ALENCASTRO, em frente à prefeitura de Cuiabá.

A Casa da União Santa Luzia tem sempre em mente a sustentabilidade do comércio local, uma vez que as flores são vendidas a preços simbólicos e chegam a custar 70% a menos em relação ao mercado local. Destacamos ainda a ampla cobertura da imprensa cuiabana que, espontaneamente, apóia o evento.

O QUE?  8° Festival das Flores

Quando?  26/05 a 05/06

Onde?  Praça Alencastro, em frente à Prefeitura de Cuiabá

Horário? 9h às 21h

Contatos: 9948-9596 (Lucky) ou 9609-1037 (Rosângela) – assessoria de imprensa do Festival

Aproveite e inscreva-se já, não tem pré-requisitos, não tem que ter formação superior, é aberto ao público em geral.

É um curso que ajuda no autoconhecimento e a cuidar de você, de sua família, de seus amigos, suas plantas e animais através da harmonização que a homeopatia oferece.

O estudo e o uso da homeopatia é livre no Brasil, com apenas algumas restrições quanto a toxidade de alguns medicamentos.

Início de nova turma em CUIABÁ.
das 8:00 às 18:00h (todo 4º SÁBADO do mês)

São dois anos de curso, de março a dezembro de 2011 e março a dezembro de 2012.

Investimento: R$ 100,00 de matrícula e 22 parcelas de R$ 180,00

Tire suas dúvidas no link: http://www.homeopatias.com

Lá você encontrará a lei que nos garante o direito de aprender e utilizar a homeopatia.

CURSO DE HOMEOPATIA

Objetivos:
1 – Partilhar o conhecimento sobre a ciência da Homeopatia.
2 – Orientar sobre o uso racional da Homeopatia nos organismos vivos e no ambiente.
3 – Preparar pessoas destinadas a ocupação de homeopata (não-médico) conforme o Ministério do Trabalho.
4 – Divulgar a Homeopatia estudada na UFV.

Solicite sua ficha de inscrições e tire suas dúvidas pelo e-mail: enjydanif@yahoo.com.br  ou pelos telefones:

(Alice) 65/ 8419-4018 – 8126-6741 e 3322-7510
(Enjy) 65/9977-9828 ou 65/8157-8899

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A QUARTA TURMA.

Se você está em busca de qualidade de vida e uma formação profissional diferenciada, venha fazer parte desta equipe:

CURSO PARA FORMAÇÃO DE INSTRUTORES(AS) EM HATHA YÓGA
Turma: 4 Ano: 2011
Início: 12 de Março
Curso modular: teoria e prática

Contamos com profissionais formados em diversas cidades de MT: Barra do Bugres, Campo Verde, Canarana, Cuiabá, Itaúba, Lucas do Rio Verde, Matupá, Paranatinga, Rondonópolis, Sinop e Tangará da Serra.

Curso avalizado e certificado pela ABY – Associação Brasileira de Yoga (SP)

Não é necessário ter tido experiência ou contato com yóga para participar do Curso Formação.

Para maiores informações:
Tel: (65)3025-5018 acesse: http://www.comeceyoga.com.br

Cordialmente,
Equipe Yóga Clássico Base: MT

Ebinho Cardoso, um músico extraordinário (abaixo mais informações sobre ele), convidou outros grandes músicos do circuito matogrossense,  Jhon Stuart (baixo acústico), Alex Teixeira (bateria), Igor Mariano (piano), Sidnei Duarte (guitarra) e Maurício Detoni (voz), para mostrar sua música ao público no mais alto grau de qualidade e inovação.

Nos dias 5 e 6 de junho, no Sesc Arsenal, haverá o show de lançamento do seu mais recente álbum – “Cerrado” – gravado com o apoio da FUNARTE (Projeto Pixinguinha), onde o músico, depois de anos colocando no papel o passo a passo do funcionamento e o caminho de como tocar harmonia no baixo, supera as barreiras de dificuldade de execução do instrumento e traduz a sonoridade do Cerrado Brasileiro.

O Projeto Cerrado pretende estreitar a distância da sociedade com a música instrumental e a história da música da região do Cerrado. A idéia da atenção voltada à música do cerrado, é também mostrar esta riqueza da região, que vai além da ecologia tão em voga nos últimos tempos. Este ambiente cria uma linguagem musical diferente da urbana, sendo as composições fruto da vivência, da experiência, da alma.

O cerrado brasileiro guarda riquezas que muitos admiram, mas poucos sabem que é de sua origem. Em vários estados cobertos pelo cerrado, se ouve a voz dos índios, dos remanescentes dos quilombos e seus ritmos, da viola caipira, do sertanejo, mas também por ser terra de encontro de culturas de todas as partes do país e do mundo, soma-se o choro, o samba, o baião, o forró, o jazz trazido de fora do país, com seus improvisos e bem incorporado em nossa música instrumental de forma enriquecedora, formam o som do Cerrado.

Esta é a realidade, porém a própria população local desconhece este contexto. Existe uma percepção da linguagem instrumental como elitista e a música do centro do país como supostamente caipira.  Desta forma, ambas ficam restritas, à primeira requerendo uma formação ou construção de um gosto pela música, e à segunda um conceito de música pobre e sem muitos recursos.

Com o show Cerrado, tais pressupostos tendem a serem derrubados,  à medida que a cultura de uma nova música da região torna-se acessível subvertendo rituais de escuta herdados. O show Cerrado, com uma formação inusitada com baixo elétrico, baixo acústico, piano e bateria, e um repertório totalmente composto por músicas com raízes na região e sofisticação nos arranjos e harmonia, mostrará uma nova linguagem musical, contemporânea, de fácil assimilação pelo público, e não só apreciada a uma elite musical.

Uma compreensão e diálogo com a própria história contada através da música, corroborada pela interação com os músicos e compositores, enriquecem de forma precisa o trabalho musical e permitem registros que poderão servir como referência a gerações futuras, contribuindo para a memória musical do país.

Ebinho Cardoso

É um virtuose em seu instrumento – o baixo elétrico. Pela singularidade de sua música e técnica é um dos mais respeitados baixistas brasileiros da nova geração já alcançando projeção internacional. Lançou em 2009 o álbum “No rastro dos ruídos remotos das rodas da infância” pela gravadora Inglesa CURVE Music, o DVD aula “Técnicas alternativas para baixo elétrico” pela editora HMP e o livro “Harmonia e dicionário de acordes para baixo elétrico” e seu mais recente trabalho, o álbum “Cerrado”. Vem se apresentando por todo o Brasil em festivais de jazz e música instrumental, além de projetos importantes como o Pixinguinha, Amazônia das Artes, SESC Instrumental, Circular Brasil, Cover Baixo, Baixo Brasil entre outros. Sempre reverenciado por onde passa como “a mais nova revelação brasileira do contrabaixo”.

A convite de Jim Stinett se apresentará em junho de 2010 no New Hampshire Bass Fest, nos Estados Unidos. Ebinho já atuou em gravações ou shows ao lado de grandes artistas como Hamilton de Holanda, Renato Braz, Nelson Faria, Arthur Maia, Milton Guedes, Celso Pixinga e muitos outros.

A Matéria intitulada As novas revelações do baixo brasileiro (Revista Cover Baixo – fevereiro de 2007) diz: ¨Ebinho Cardoso pode redefinir o papel dos graves na música brasileira¨. É com esse norte que o pesquisador abre uma porta para a nova escola do contrabaixo brasileiro.

Um show especial!!! Confira.


Acontecerá neste dia 22 de abril, às 19h, no Auditório do Instituto de Linguagens – UFMT, o imperdível concerto Chronos – Estudos sobre a multiplicidade do tempo, do compositor Roberto Victorio, em única apresentação.

Pauxy Gentil-Nunes explica que Chronos “é um ciclo de 10 peças para formações instrumentais variadas, relacionadas por uma temática comum – a multiplicidade do tempo. Multiplicidade que se expressa principalmente na natureza da escrita para as diversas partes, bem como na maneira como elas se combinam.”

Para quem não conhece ainda a música contemporânea erudita, esta é uma excelente oportunidade, pois estarão reunidos neste concerto os melhores músicos da atualidade.

Inclusive terá a possibilidade de conversar com o compositor e conhecer melhor esta obra que proporciona a interação dos instrumentos convencionais de orquestra com instrumentos de outras culturas, como as flautas Sagradas Bororo.

Para mais informações, acesse: www.robertovictorio.com/chronos

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 765 outros seguidores

Esclarecimento

Quase todas as imagens aqui publicadas são obtidas na Internet. Agradeço se me informar o nome do autor caso não conste ou se alguma está protegida pelos direitos autorais - copyright.